• Pinterest Projeto Brio
  • IG Projeto Brio

© 2023 by  Emilia Carter. Proudly created with Wix.com

Nossos primeiros passos

Existem vivências que vêm para mudar completamente as nossas vidas.


É exatamente isso que estamos vivendo com o Brio. Às vezes ainda não conseguimos acreditar que tudo isso está acontecendo de verdade; que realmente estamos aqui escrevendo um post para o nosso site, para contar como chegamos até aqui. Mas, cá estamos, com sorrisos que vão de orelha a orelha, e com os dedos ansiosos para contar nossa história por aqui.


Você já teve a sensação de que alguém está na sua vida com um propósito? Foi isso que sentimos uma em relação à outra em toda a nossa amizade, até que finalmente entendemos qual era o nosso propósito: começar o projeto brio. Nós nos conhecemos através de amizades em comum, mas por alguns anos não tínhamos muito contato. Até o dia que aleatoriamente combinamos de sair para jantar, e desde então é como se sempre tivesse sido do jeitinho que é hoje.

Foto feita no nosso primeiro ensaio, com iPhone 7

Hoje quem conversa com vocês nesse post é a Flávia. E falar sobre o Brio me é, particularmente, algo especial. Como toda clássica história de vidas que mudaram drasticamente, o Brio veio em um momento de fundo de poço para nós duas. Eu estava vivendo um tratamento para depressão, e a Sahra estava infeliz com a vida acadêmica e ambas estávamos insatisfeitas com nossas próprias imagens. Olhávamos no espelho e não nos reconhecíamos: estávamos comendo mal, dormindo mal, não fazíamos exercício físico direito, não conseguíamos estudar, e tudo parecia estar uma bagunça gigante.


O Brio foi começando do jeitinho mais ele possível: sutil, quietinho, e de repente, transformador. Nós começamos marcando uma tarde para batermos fotos uma da outra - na época com o nosso celular -, porque achamos que seria divertido passar uma tarde toda escolhendo roupas, fazendo maquiagens, e fotografando. Era para ter sido algo completamente inocente, apenas duas meninas aleatórias fotografando uma à outra. E isso virou uma tradição: passamos meses saindo para fazermos fotos com o meu celular, praticamente toda semana (quem me conhece sabe o upgrade que o meu feed do instagram recebeu nesse processo rs).

Foto feita no nosso primeiro ensaio, com iPhone 7

Ao longo desses seis meses de fotos inocentes com o celular, fomos percebendo o poder que aquelas fotos tinham. Me ver através dos olhos da Sahra transformou a imagem que eu tinha de mim mesma, mesmo que aos poucos. Sabe, o processo de mudança de relação consigo mesma não é algo mágico como aparenta ser - é um processo demorado e difícil, sobre o qual ainda conversamos bastante por aqui. Mas esse foi o primeiro passo do nosso.


A relação com a arte, em especial a fotografia, sempre fez parte de nós. Eu sempre gostei muito de fotografar, ganhei minha câmera (que uso até hoje) quando era adolescente, e a Sahra sempre foi muito ligada às artes num geral - a mãe dela é fotógrafa e artista.


O desejo de levar tudo isso adiante veio quando percebemos as mudanças que aquela diferença na autoestima externa estava fazendo na nossa vivência interna. É um ciclo: aquilo que trabalhos no externo reverbera no interno, e vice-versa. E só entendemos de verdade o poder de tudo isso quando vivemos na nossa pele.


Acredito que isso traga uma conexão bem forte pro Brio. Nós sabemos bem o que é estar do outro lado, vivemos todo esse processo recentemente. E nos fez tão bem que percebemos que não poderíamos deixar apenas entre nós; devíamos uma à outra que essa transformação fosse espalhada.

Foto feita no nosso segundo ensaio, com iPhone7

As pessoas acham engraçado que eu adoro contar essa parte da história: o famoso momento "vamo? vamo!" da nossa história. Vou começar como sempre começo quando conto pessoalmente: terça-feira, dia 19/02/2019. Eu já estava há algum tempo com muita vontade de começar um projeto, de criar um instagram de fotografia onde eu divulgaria fotos de pessoas que eu fotografaria. Meu principal objetivo era dar dias divertidos de fotos aos outros, como eu sempre tive com a Sahra.


E aí veio o famoso. "Miga, vamos?" "Vamos." "Eu tô falando bem sério." "Eu também!" "É sério: vamos?" "VAMOS!"


E assim, começou o Projeto Brio.


Sejam todxs bem-vindxs ao nosso projeto, ao nosso blog, à nossa jornada. Que a sua jornada seja tão repleta de autoconhecimento e descobertas quanto a nossa tem sido.

17 visualizações1 comentário